Vantagens e desvantagens dos carros elétricos

Autor: 
Christopher Lampton

A vantagem mais óbvia das baterias dos carros elétricos é que elas não produzem a poluição associada com os motores de combustão interna. Porém, elas ainda apresentam custos ambientais. A eletricidade utilizada para recarregar as baterias dos carros elétricos precisa vir de algum lugar, e hoje, grande parte da eletricidade é gerada pela queima de combustíveis fósseis. E é claro que isso gera poluição. Mas como a poluição produzida pelos combustíveis fósseis para recarregar baterias de carros elétricos se compara com a poluição gerada pelos motores de combustão interna?

De acordo com a Electric Vehicle Association do Canadá, ou EVAC, até os carros elétricos recarregados com geradores elétricos movidos a carvão diminuem a emissão de carbono quase que pela metade. Os carros elétricos recarregados com métodos mais limpos de geração de energia elétrica, tais como a hidroenergia e as usinas nucleares, conseguem reduzir as emissões de carbono para menos de 1% daquelas atualmente geradas pelos motores de combustão interna. Então, mesmo na pior das situações, os carros movidos por baterias elétricas são mais limpos do que os movidos a gasolina. O Brasil, por exemplo, possui atualmente 158 usinas hidrelétricas, que produzem um total de 74.438.695 kW (fonte - ANEEL - maio/2007), entre elas uma das maiores usinas do mundo - a Usina de Itaipu.


Cabo de recarga para carros elétricos
Karen Keczmerski/iStockphoto
Parece que as baterias são uma maneira prática de fazer um veículo funcionar. Quais são as vantagens e as desvantagens?

Outra vantagem importante dos motores movidos a bateria sobre os motores movidos a gasolina é o baixo custo do combustível, sendo a eletricidade para os carros elétricos e a gasolina para os motores de combustão interna. O Departamento de Energia dos EUA calculou que um típico carro elétrico consegue rodar 70 km com 1 dólar de eletricidade (cerca de 1,4 centavo de dólar por km). Somente uma queda significativa no preço da gasolina faria com que os carros movidos a gasolina chegassem a esse baixo custo por quilômetro.

Outra vantagem das baterias recarregáveis é que elas se reciclam bem. Quase 100% das baterias podem ser recicladas, o que evita que as baterias velhas se transformem num problema de descarte de lixo.

A grande desvantagem dos carros movidos a bateria, como mencionamos na última seção, é o tempo necessário para recarregar essas baterias. Com a tecnologia da bateria de íon-lítio, um carro elétrico totalmente recarregado consegue rodar uma distância comparável com a de um motor de combustão interna com o tanque cheio, mas ele ainda precisará ser conectado a um recarregador no fim desse tempo. Hoje, isso significa que um carro elétrico com bateria descarregada estará fora de serviço durante várias horas antes de estar totalmente recarregado. Naturalmente, essa é uma grande desvantagem. No futuro, tecnologias de recarga mais rápida poderão ser disponibilizadas, mas a curto prazo, os carros elétricos não serão os veículos ideais para viagens longas. Ainda assim, grande parte das atividades com o carro é feita relativamente perto de casa e por esse motivo, a bateria servirá tão bem quanto a gasolina. Uma possível solução para o problema de recarga pode ser as estações de troca de baterias; nelas, em vez de recarregar o seu carro elétrico, você poderá simplesmente trocar a sua bateria descarregada por uma nova totalmente carregada. Esse sistema permitiria que as baterias fossem recarregadas fora dos veículos e reduziria bastante a quantidade de tempo necessária para ter um carro elétrico pronto para rodar novamente depois que a bateria se descarregasse totalmente.

Outra desvantagem das baterias dos carros elétricos é o peso delas. Por terem de fazer mais do que as baterias comuns, as baterias dos carros elétricos devem estar conectadas em estruturas, ou pacotes de bateria, para fornecerem energia extra. Tais conjuntos de baterias são pesados. O pacote de bateria de íon-lítio de um Tesla Roadster (em inglês) pesa cerca de 450 kg. É muito peso para carregar, e ele pode reduzir muito a autonomia do carro. Porém, os desenvolvedores do Roadster compensaram esse peso da bateria com estruturas e painéis leves. O carro inteiro pesa 1.220 kg. Não é tão pesado se você considerar que mais de um terço desse peso é só da bateria.

Dada a importância da bateria para um carro elétrico, você pode imaginar o que aconteceria quando ela ficasse velha. Por quanto tempo ela será capaz de fazer um carro funcionar? E quando finalmente ficar inutilizada, ela poderá ser trocada ou é simplesmente mais econômico comprar um carro novo? Leia para saber.